condomínios na pandemia

Dicas de fim de ano para condomínios na pandemia

O fim de ano em condomínios na pandemia contará com mudanças na vida dos condôminos, com diferentes costumes e mais cuidados. O gerenciamento do condomínio deve manter os protocolos rígidos para minimizar os riscos de propagação do vírus nas festas de fim de ano.

Portanto, é importante um acordo com o consenso da maioria referente a áreas compartilhadas para as comemorações de forma consciente, evitando aglomerações.

Continue lendo o artigo para conhecer as dicas de fim de ano para condomínios na pandemia.

Uso de áreas comuns

As áreas comuns dos condomínios foram fechadas logo no inicio da pandemia para evitar aglomerações e a propagação do vírus.

Visto isso, após a reabertura, os protocolos de segurança estão ajudando os síndicos a estabelecerem como serão as festas de fim de ano visando o bem-estar de todos.

Assim, deverá ser estabelecido o comum acordo de todos do condomínio referente a áreas compartilhadas como salão de festas, playgrounds, academias, quadras esportivas, piscinas, para comemorarem de forma consciente.

Ou seja, é recomendado restringir o número de pessoas nas áreas para manter o distanciamento social, dar preferência ao agendamento e limitar um horário de utilização.

Para isso, a GSC conta com a solução de contagem de pessoas em uma determinada área, gerenciando melhor o espaço e controlando quantos entram e quantos saem. Há também a possibilidade de limitar o número de pessoas dentro do local e caso ultrapasse, o sindico e as pessoas no local, são alertados.

Entrada limitada de visitantes em condomínios na pandemia

A GSC oferece uma solução de controle de acesso que é possível permitir a entrada limitada para visitantes em áreas comuns. O condômino envia um QR Code ao visitante em uma data e horário permitido para que ele possa entrar no condomínio no dia da comemoração, de forma sem contato e segura.

Conheça os controles de acesso para condomínios.

Cuidados de higienização nos condomínios:

  • Áreas comuns: devem ser higienizadas com alta frequência durante o dia, com produtos à base de álcool em portas, maçanetas, espelhos e elevadores.
  • Moradores e funcionários: devem ser incentivados a fazer a higienização das mãos com álcool em gel ao entrarem no condomínio. Por isso, deve estar à disposição de todos, em diversas áreas do condomínio.
  • Máscaras: o uso de máscaras é comprovadamente eficaz na diminuição do contágio. Tanto os funcionários como os moradores devem utilizar máscaras ao transitarem pelas áreas comuns do condomínio.

Cadastre-se para receber nossas atualizações.

Eu respeito a sua privacidade e nunca envio spam.

Deixe uma resposta